Que valor dás à arte? Qual a sua importância na tua vida?

Artistas de certeza que já se perguntaram que valor poderá ter a arte comparada com outros bens e serviços. A resposta da perspectiva do observador pode parecer óbvia, mas quando se ganha a vida a fazer arte, quando é necessário quantificar horas de trabalho e anos de estudo e dedicação, garanto que o assunto se torna um pouco mais complexo.

Para mim pessoalmente criar é uma necessidade básica. É simples, se não crio fico doente! Se não encontro um espaço para me expressar, para deixar as emoções fluírem sem julgamentos; se não sinto a energia de olhar para algo como se fosse a 1ª vez na vida, sem qualquer conceito preexistente e começar uma história completamente nova; se não tenho o incrível prazer de descobrir coisas novas por mim própria, a vida perde a cor e o sabor.

Porque preciso de criar, preciso de outros artistas para me desafiarem e inspirarem. Então para mim criar e consumir arte é uma relação simbiótica.

 

dsc_0343
Taça cerimonial onde coloco as crenças que quero manifestar.

No entanto para mim sempre foi difícil pôr preço em algo que eu fazia com tanto prazer e até mesmo pela necessidade de o fazer.
Até que fui fazer um curso de negócios online, comecei a falar com contabilistas e artistas que conseguiam viver da sua arte, e aprendi finalmente a quantificar e a valorizar o que faço. Hoje em dia tenho tabelas, folhas de cálculo e os preços que pratico não nascem das minhas emoções, mas sim da razão, de uma parte de mim que teve de aprender a ser pragmática, o resultado é que ao respeitar-me as pessoas respeitam o que eu faço, sim é assim tão simples.

Eu aprendi a valorizar e respeitar o meu trabalho e ao mesmo tempo começei a valorizar ainda mais o trabalho de outros artistas.

Agora quando eu penso no valor da arte, não é no dinheiro que eu penso.

Para mim valor é outra coisa. É o que sinto no corpo quando olho uma peça de arte. Isso é pessoal e não têm preço. A energia que uma peça nos transmite, a forma como ela pode mudar a nossa energia, ou a energia de um espaço… Para mim, é para isso que serve a arte. A arte é uma ancora, que me faz regressar a lugares onde eu quero passar mais tempo, ou um motor de mudança, que me faz questionar e olhar para um assunto a partir de diferentes perspectivas. E o valor que lhe dou não está etiquetado nem catalogado, o valor que dou à arte sinto-o no meu corpo e no meu peito, não me importa se é caro ou barato, se pertence a um artista famoso ou a uma criança de 5 anos.

E tu? Que valor dás às arte que crias? Ou que lugar ocupa a arte na tua vida?

Se te identificas com que acabaste de ler, talvez queiras assinar a minha newsletter mensal. A cada Lua Cheia eu envio um e-mail com novidades e inspiração.

Subscreve o correio da Lua Cheia
Aqui

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s