Posso na minha prática, olhar para o teu Mapa Astral e analisar apenas um planeta, posso espreitar os mapas dos teus amigos e familiares?

Aqui

Ultimamente chagaram-me uma série de pedidos seguidos, para analisar planetas isolados num mapa natal, na verdade, dos vários pedidos todos eles referiam-se à Vénus, mas para este caso não faz diferença se for a Vénus ou outro planeta.

Outro pedido que me fazem várias vezes é o de olhar para o Mapa de amigos, conjugues, familiares etc…

Apesar de eu ter todo o prazer de responder pessoalmente a cada pessoa que me contacta, hoje escrevo aqui a minha abordagem em relação a estas duas perguntas. Salvaguardando desde já que ela não é nem certa nem errada, é a minha, a que faz sentido dentro da minha linha de trabalho. Certo?

Eu estudo um Mapa Natal como se estivesse a caminhar no Labirinto de Chartres, encaro cada volta como um mistério, às vezes vejo segredos, outras portas fechadas, outras possibilidades ilimitadas, mas é só a partir do centro que eu recebo uma visão mais claro do todo.

e62d22f2699ec0a204e115de427b4952
foto retirada da net

O Labirinto de Chartres tem 12 voltas, 12 camadas, 12 áreas a serem percorridas desde a periferia até ao centro, (um mapa natal tem respetivamente 12 casas/12 signos). Se eu quiser respeitar um labirinto e o propósito com que foi criado, eu preciso ir da periferia ao centro e do centro à periferia, este é o caminho para o coração. O caminho do herói e da heroína, onde cada passagem tem a sua função e dá acesso ao nível seguinte.

23131859_1687725454594686_5889462592269741038_n

Quando eu estudo o mapa de uma pessoa, eu coloco-me na posição de testemunha, eu sei que ao estudar um mapa eu estou apenas a olhar para a paisagem, é numa consulta e apenas na medida da confiança estabelecida entre a pessoa e eu, que me é dada a oportunidade de realmente entrar e ver para lá da superfície. Eu percorro o labirinto, não na frente da pessoa, mas atrás dela, não para lhe mostrar o caminho para o seu centro (quem sou eu) mas para a encorajar a não desistir, para lhe dar força e coragem, ajudá-la a ir para além do ponto de resistência um pouco mais fundo, um pouco mais longe, respirando com a dor, descansando nos miradouros, celebrando as conquistas. Esta é a minha missão. E a razão pela qual eu entro no labirinto com a pessoa é simplesmente porque para a ajudar eu preciso de ver as paisagens internas, através dos seus olhos e não do meu julgamento.

Então assim sendo, não olho para mapas de pessoas se não for para fazer esta viagem com elas, a não ser que seja um caso muito específico onde a pessoa autoriza por exemplo um colega seja astrólogo ou terapeuta a partilhar o seu mapa comigo. Ou no caso de crianças, e ainda assim todos os meus clientes sabem que analiso sempre os mapas das crianças tendo em conta a relação com Pai/Mãe, ou seja de um ponto de vista relacional.

Também não consigo estudar apenas um planeta, como a Vénus, por exemplo, nesta forma de trabalhar que acabo de explicar, não faz sentido.

Sou contra quem o faça? De todo!!! Só não é a minha linha. É como na música, há o jazz, há a música clássica etc…, cada linguagem ajuda a fazer deste mundo um lugar mais rico.

Já agora, para quem estuda astrologia não poderia recomendar mais, a experiência de caminhar num labirinto de 12 voltas. É algo que tem de se experienciar para se perceber a real dimensão do que acabo de escrever sobre esta minha forma de trabalhar.

Então quando eu escrevo que faço consultas de Mapas para o Centro, onde podes encontrar os fios para Tecer o teu Verdadeiro Eu, podem agora perceber que eu realmente acredito e vivencio o que proponho, é poético mas é, numa certa dimensão, bastante real.

Muito grata a todas as pessoas que me escrevem. É uma prazer conhecer as caras por detrás do ecrã.

Com muito carinho

Ana Alpande

Se te identificas com que acabaste de ler, talvez queiras assinar a minha newsletter mensal. A cada Lua Cheia eu envio um e-mail com novidades e inspiração.
Subscreve o correio da Lua Cheia
Aqui

Advertisements

One thought on “Posso na minha prática, olhar para o teu Mapa Astral e analisar apenas um planeta, posso espreitar os mapas dos teus amigos e familiares?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s