A placenta e a casa 4, a relação entre o fundo do nosso céu e o espaço partilhado com os nossos ancestrais.

Normalmente quando olhamos para um mapa natal olhamos para o Ascendente como o ponto da nossa entrada no mundo, a Alma vem do grande oceano das mães divinas na casa 12 e entra na atmosfera terrestre a partir  do momento que respira neste mundo pela primeira vez.

cruz-AC-DC

Mas entre uma coisa e outra, vivemos uma vida intermédia, uma vida passada nas águas mornas do útero materno onde durante 9 meses de relação simbiótica vivemos os pensamentos e as emoções da nossa mãe como se fossem nossos, tendo como intermediário um órgão que tem tanto de estranho, como de misterioso… a placenta.

Esta vida intermediária é passada na casa 4, na  figura acima está assinalada como IC, abreviatura de Imun Coeli, este lugar uterino também é conhecido como Fundo do Céu. A Lua é a senhora responsável pelo ambiente da casa 4, é ela que trata das suas águas, que morre e renasce a cada vez que precisa de dar à luz algo exterior a ela mesma, é ela que tem braços longos e colo quente, tão quente que é difícil  largar o seu colo, é difícil acreditar que podemos viver, respirar e cumprir o nosso destino longe dela. Cada vez que o temos de fazer dá-se uma pequena morte, e consequentemente um pequeno renascimento.

A Lua tanto pode dar-nos o colo e o alimento que precisamos para viver, como pode nos tornar prisioneiras do seu amor e conforto.c2e9d405ffc19c1682c9a69c788b75eb

A casa 4 no seu lugar mais escuro fala-nos desta placenta, como promessa de que uma vida exterior nos espera, fora das paredes macias e mornas da barriga da nossa mãe.

Quando nascemos ela nasce connosco, fala-nos do que é  profundo, intrínseco, escondido e que temos de deixar nascer, para que tanto nós como as nossas mães possamos nascer de verdade.

Quando eu olho para a casa 4 no mapa (que representa o berço do nosso corpo emocional e o lugar onde guardamos as nossas memórias),  olho com olhos plutónicos  para esta placenta, que para mim representa a nossa ligação à sombra herdada dos nossos ancestrais, e que várias vezes durante as nossas vidas temos de deixar nascer, de olhar de frente, de passar para lá do repúdio e tocar, cheirar e sim quem sabe até “comer”, para que possamos perceber ao certo do que é que somos feitos, o que é que nos trouxe até aqui e que tanto nos alimenta e protege quanto nos condiciona e prende.

Este é um assunto fascinante para mim. Para já porque fala diretamente à minha Lua e às histórias que ela tem para contar, depois porque naturalmente atraio muitas mulheres com histórias fortes para contar, com placentas pesadas para dar à luz e com a necessidade de terem parteiras ágeis que lhes deem a mão, por isso ultimamente tenho feito desta área uma área de estudo e aprofundamento.

Eu olho para tudo isto como uma floresta, onde nós somos as árvores e os ancestrais as raízes que no escuro nos alimentam, já repararam na imagem da placenta?

Num mapa natal podemos olhar em profundidade para a casa 4, ou para a nossa Lua Natal e as suas interações e explorar este período entre vidas. Há alguns astrólogos que chegam a estudar mapas pré-natais, confesso que nunca explorei essa vertente, até porque  há tanto para aprofundar e explorar no mapa natal, nesta dimensão mais profunda que para já, sinto que tenho pano para mangas, mas é absolutamente fascinante a possibilidade de poder explorar este campo “pré-natal” mais a fundo e saber que há pessoas que o fazem.

Eu vou crescendo e aprofundando a minha arte com a ajuda de todas/os vocês, e por isso sou imensamente grata, que possamos crescer em conjunto!

Se te identificas com que acabaste de ler, talvez queiras assinar a minha newsletter mensal, a cada Lua Cheia eu envio um e-mail com novidades e inspiração.
Subscreve o correio da Lua Cheia
Aqui

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s