MITOLOGIA PESSOAL A ARTE DE TECER A VIDA NEWSLETTER O CORREIO DA LUA CHEIA SUBSCREVER
00799AnaAlpande

A ARTE DE TECER A VIDA

A Arte de Tecer a Vida é uma proposta práctica e vivencial de construção de uma mitologia pessoal.  Tem como estrutura base a expressão artística, a biografia humana e a mitopoética.

Apresenta-se como um curso online de 2 anos.

Através desta jornada, tecemos um caminho simbólico onde cada etapa da vida cíclica é representada por um objecto, cujo significado tem tanto de pessoal, quanto de universal. Num ambiente íntimo e seguro, viajamos no 1º módulo pelas fases da Lua e as etapas de desenvolvimento humano, construindo uma estrutura  base, que no 2º módulo irá dar apoio ao trabalho autobiográfico. A proposta é que mãos/instinto/coração teçam um lugar de  pertença à Vida.

Durante o curso tecemos 8 Objectos de Poder, viajando a cada um deles por etapas distintas do desenvolvimento psíquico, tendo os ritmos da Lua e de Saturno como referência. Passando pelas várias fases da jornada da heroína.

No fim da tua jornada terás concretizado com as tuas próprias mãos um trabalho autobiográfico, expresso nas cores e nas formas dos objectos de poder que fores tecendo durante esta viagem.

Ao aprendermos a tecer conscientemente e intencionalmente a nossa existência, fertilizamos o nosso terreno interno, para que este possa receber as sementes de uma vida verdadeiramente espiritual.

Este método foi criado pela artista e coach Susan Merrill, no qual tenho  participado desde 2016 como co-autora.

Mais Informações sobre o Curso

A Linguagem da Transformação

Em cada padrão de tecelagem temos oportunidade de tecer uma etapa da nossa vida.

Através de símbolos arquetípicos que são transversais às várias culturas do nosso planeta, entramos em contacto directo com a força inconsciente, esse oceano simbólico, onde podemos encontrar a força e a coragem para expressar  o que queremos trazer ao mundo.

Os 8 objectos de poder

Os 8 objectos de poder, traçam um mapa que nos permite seguir os nossos processos internos.

A sua estrutura está enraizada na relação simbiótica entre a força dos símbolos ancestrais/ a nossa mitologia pessoal/ mãos/ memória/coração.

Estas formas podem ser consideradas fractais porque mantêm a sua estrutura simbólica em qualquer escala ou grau de consciência.

As etapas da viagem interior e os códigos da linguagem da transformação podem ser aplicados à vida como um todo ou a uma etapa específica.

A tecelagem como metáfora para a anatomia do Self

A Teia representa a verticalidade do Ser Interno.

A vida interna é como a teia, os fios verticais do tear. A trama, os fios horizontais, representam as nossas acções diárias.⁠

Ao praticarmos a arte de tecer a vida, tecemos conscientemente as nossas escolhas e acções sobre e sob os nossos valores e estrutura interna.⁠

A teia numa tapeçaria fica normalmente  escondida e contida na trama. É isso que confere ao tecido a sua resistência.⁠

«Para a alma, a poesia é linguagem assim como a criatividade:
eu utilizo as mãos e a inteligência do corpo, como veículos de
construção de beleza.»

3 (2)

Aqui encontras mais informações acerca dos Círculos de Tecelagem.

Este curso consiste numa jornada seguindo um formato circular, delineado pela partilha, respeito e intimidade, onde nos juntamos para tecer no tear do destino as 8 objectos de poder da Arte de Tecer a Vida.

objectos de poder

Conhece os objectos de poder da Arte de Tecer a Vida

Os objectos de poder que iremos tecer no Tear do destino, durante este curso, são símbolos que incorporam a essência da Arte de Tecer a Vida.

1 (2)

Sabe mais acerca do tear que usamos para tecer neste curso.

O tear do destino, é o nosso companheiro durante a nossa jornada pela Arte de Tecer a Vida. Nele iremos tecer em círculo os 8 objectos de poder.

aranha-branca

ENCONTRA O TEU FIO, TECE O VERDADEIRO EU

A mulher é o tear dentro da vida
Nem só por isso a mulher é mais que a vida
Ela é como o navio mercante
Que chega carregado de grão.

Daniel Faria

TESTEMUNHOS

Paula

Iniciei o Círculo de Tecelagem com a Ana Alpande e tem sido um mergulho dentro de mim
Ainda lembro bem o primeiro dia em que estava em círculo com outras mulheres e começåmos a cantar . Para mim, tão mental, foi um desafio.. a tentar perceber a razão daquilo
Hoje…decorridos tantos meses canto e danço, deixo a lã fluir pelo tear e cada peça tecida. Cada Círculo tem sido um processo de auto conhecimento… resgatar a minha Identidade, Quem Eu Sou …quem é a Paula?
Neste círculo, as Mulheres olham se nos olhos e entregam se. Partilham risos e lágrimas crescendo umas com as outras.

Sofia

Encontrei a Ana fiandeira, a Ana dos círculos de tecelagem que com saberes antigos ensina a tecer, a criar enquanto as peças refletem o tecido que se traz dentro. É um círculo de partilha em se torna viva a teia que une quem nele participa. Nesses encontros vou conhecendo a Ana mulher, a Ana que trabalha a terra, que fia os seus fios e tece peças com o coração. A Ana amiga que traz sempre estórias no regaço e recebe no seu espaço com generosidade e partilha. O seu abraço é como o seu sorriso, genuíno, quente e doce. Obrigada Ana, por tudo!

Espalha a beleza, partilha.