Eclipses – O Convite

Eclipses – O Convite

Eclipses – O Convite

Segunda feira é dia de Lua Cheia e Eclipse Lunar em Gémeos.

Desde Maio a Dezembro de 2021 que os Nodos Lunares estarão a transitar pelo eixo Gémeos/Sagitário e teremos uma série de eclipses que nos convidam a integrar os temas e as áreas envolvidas neste eixo.

O primeiro eclipse desta “época” Gémeos/Sagitário foi a 5 de Junho, escrevi sobre ele e sobre as novas religiões do século XXI. Parece-me que será tema prevalente durante estes próximos tempos.

Ou seja, no que podemos realmente acreditar? Quem ou o quê tem o poder de “iluminar” a nossa verdade?

Para mim esta época é um convite a sermos raízes em propagação.

A Última Temporada de Eclipses

Durante fins de 2018 e início de 2020, foi o eixo Caranguejo/Capricórnio que esteve a eclipsar os lugares vazios do nosso vinculo ao Mundo, as estruturas obsoletas e as falsas sensações de segurança.

Escrevi bastante sobre estes eclipses e mais do que escrever, senti-os no mais fundo de mim. Na forma como tudo o que considerava como garantido foi eclipsado e precisei construir – contruindo, num verbo infinito, a minha definição de segurança e pertença.

Nesta Temporada

O convite deste eixo, parece-me ter muito a ver com a propagação de raízes, com a capacidade de estar no meu lugar e ainda assim chegar longe na minha acção. Gémeos, oferece-nos essa capacidade de sermos sistemas radiculares, construírmos pontes, sermos lugares de passagem entre duas margens que à primeira vista, parecem totalmente opostas.

O arquétipo de Gémeos traz consigo esta capacidade de se mover entre mundos sem ficar preso em nenhum deles.

Enraizar

É aqui que começa a aprendizagem deste eixo. Para sermos pontes, raízes em propagação, somos convidadas primeiro a saber quem servir. Onde está essa luz maior que irradia a visão do absoluto em nós? Isso a que eu gosto de dar o nome de Grande Mistério.

É aqui que entramos no arquétipo de Sagitário e na energia da Graça.

Então por um lado temos a imagem da ponte, do outro o convite a acolher a Graça nas nossas vidas. A irradiar a sua luz e sermos porta-voz da sua mensagem.

Estes serão tempos bem interessantes!

Os Nodos Lunares

Os nodos lunares são pontos muito importantes num mapa. Falam de Passado e Futuro, não como uma linha recta, mais como um círculo, onde caminhamos para o centro do paradoxo.

Vejo nos nodos lunares a mais bela representação dos princípios ligados ao símbolo do ouroboros.

Todas trazemos no nosso Mapa Natal um paradoxo específico, cuja integração leva à progressão da nossa história, ao consumar do compromisso com o nosso propósito de vida. Ou seja no ano que nascemos os Nodos transitavam por determinado eixo e esse será o nosso eixo de evolução.

Mas porque tudo é movimento, dança e integração, a cada 1/2 anos os Nodos transitam de eixo, num movimento retrógrado, um convite a evoluir e integrar opostos em nós. E fazemo-lo colectivamente, porque cada uma de nós traz para integrar a sua parte deste grande Todo que é o princípio arquetípico do eixo em questão.

Nodo Sul ou a Cauda do Dragão

O Nodo Sul fala de Passado, daquilo que é confortável e que muitas vezes somos inclinados a querer defender.

Nodo Norte ou a Cabeça do Dragão

O Nodo Norte fala do grande desconhecido, do chamado que nos leva a crescer para lá das medidas do Eu.

Como digo sempre nas consultas, este não é um caminho em linha recta, é mais uma dança entre contração/expansão, sem sístole, não existe diástole. A vida do coração, essa morada da Alma, depende da integração síncrona dos dois.

Eclipses como Professores

Os eclipses catalizam essa integração. A cada época de eclipses somos convidadas a crescer em determinada área das nossas vidas. Os eclipses são os grandes senhores desse crescimento.

Eclipse Lunar

Os eclipses lunares agitam as águas da memória, mexem com o inconsciente e podem ser tempo de purgas e curas profundas na área do signo onde se encontram.

Eclipse Solar

Os eclipses solares, para mim são alturas de epifania, lugares de revelação que apontam para o futuro.

O Todo Maior

É importante entender que nada na natureza acontece de forma isolada. Todos os eclipses num determinado eixo estão encadeados e fazem parte dos ciclos evolutivos do próprio planeta. Nós como parte da Alma do Mundo, somos convidadas a integrar o paradoxo proposto pelos Nodos Lunares.

Para isso é importante olhar para estes fenómenos não como acontecimentos isolados, mas integrá-los na história e biografia não só pessoal como social, cultural etc…

Os Próximos Eclipses no eixo Gémeos/Sagitário
Escuta Activa

Se os eclipses são convites, então é preciso criar um espaço de escuta activa para sabermos ao que estamos a ser convidadas.

Esse lugar é o sítio onde o corpo se encontra, nessa paisagem desconhecida que é a sinfonia de tecidos e fluidos que somos.

Caminhar em nós, escutando e observando a forma como nos relacionamos com os lugares onde estamos, é a melhor forma de saber escutar o Convite, mantendo a clareza de que esse convite é como um embrulho que irá se desvelando ao longo de 2021.

Boas escutas!

Se te identificas com que acabaste de ler, talvez queiras assinar a minha newsletter mensal. A cada Lua Cheia eu envio um e-mail com novidades e inspiração.
Subscreve o correio da Lua Cheia

Espalha a beleza, partilha.

About The Author

Comentar