AS 12 ETAPAS DA JORNADA DA HEROÍNA PELO ZODÍACO

AS 12 ETAPAS DA JORNADA DA HEROÍNA PELO ZODÍACO

A Jornada da Heroína pelo Zodíaco

A Jornada do Herói foi um conceito criado por Joseph Campbell, descrito pela primeira no seu livro The Hero with a Thousand Faces. Publicado em 1949, após anos a estudar os mitos do mundo, percebeu em todos eles um guião. Uma estrutura comum e transversal que guia a jornada mítica e seus heróis, por meio dos arquétipos e do inconsciente coletivo. Este guião cingia-se ao masculino.

Mais tarde a psicoterapeuta Maureen Murdock, aluna de Campbell, escreveu o livro Heroines’s Journey, que descrevia as várias etapas de desenvolvimento e individuação femininas.

Sendo astróloga e contadora de histórias, trabalho com guiões de narrativas míticas há mais de 15 anos. A ideia de um guião universal da Jornada Mítica, evoca uma imagem poderosa de continuidade e ciclicidade, implícitas na própria estrutura zodiacal.

A ligação entre o modelo mítico e o zodíaco mostra-se óbvia.

Seguindo a ideia de Dane Rudhyar, que apresentou o Zodíaco como um modelo das várias etapas de desenvolvimento humano, fui ao longo de anos, justapondo o zodíaco à construção mítica pessoal. Comecei então a perceber que as nossas biografias não se desenrrolam em linhas rectas, mas sim em círculos espiralados.

O livro a Jornada da Heroína pelo Zodíaco

Durante os últimos anos, tenho associado à práctica da astrologia, o estudo da biografia humana e da mitologia pessoal. Desde grupos a sessões individuais, dedico-me a entender a forma cíclica com que somos chamadas a responder à Vida, e como todos os eventos que nos sucedem estão intrinsecamente ligados aos lugares que ocupamos num determinado ecossistema, que por sua vez se liga a outros de forma sistémica.

Foi com a ideia de que os feitos de um herói ou heroína se prendem aos lugares e contextos onde se inserem e com a totalidade do circulo narrativo que a vida desenha, que escrevi o livro a Jornada da Heroína. Na verdade, o livro nasceu da urgência de repensar os modelos míticos que esculpiram a nossa cultura e a forma evidente como estes foram consecutivamente deixando a Terra de lado, posicionando o Homem no centro da evolução.

O Caminho Mítico da Alma pelas Paisagens da Vida Ciclica

A Jornada da Heroína pelo Zodíaco, fala do caminho que a Alma percorre através da vida cíclica. Não tem um fim ou objectivo específico que possa ser determinado por este ou aquele desafio. Muitas vezes o chamado é uma voz longínqua que brota dos poços do inconsciente e que causa uma inquietação que nos faz aguçar os instintos e formular perguntas.

Tudo começa com uma pergunta.

Desenvolvi então uma interpretação deste modelo mítico que incorpora as paisagens do zodíaco no guião da Jornada.

E porquê?

Porque o zodíaco fala-nos acerca da ordem cíclica do cosmos e de como o que está em cima é indissociável do que vive em baixo. Nesta tapeçaria sistémica da realidade que nos permeia, somos todos heróis e heroínas dos desafios do quotidiano, tecendo a cada etapa das nossas viagens totalidade, não apenas enquanto indivíduos, mas acrescentando essa mesma totalidade à Alma do Mundo.

Construir uma Narrativa Mítica

A cada passo da jornada somos convidadas a construir uma narrativa mítica que celebre cada uma das passagens da vida, sem excluir nenhuma, abraçando as particularidades de cada paisagem.

Entender como cada ciclo se entrelaça no ciclo seguinte é profundamente poderoso.

A Jornada da Heroína oferece-nos um sentido de continuidade, a Vida passa a ser um trânsito, e tudo o que nos rodeia informa-nos acerca das qualidades desse mesmo trânsito.

Através da Jornada da Heroína pelo Zodíaco permitimo-nos aprender com a Vida a navegar as várias fases de evolução da Alma, sem nos querermos prender em nenhuma delas, entendo como o Todo informa a parte e como a Parte é inerente ao todo.

O guião da Jornada da Heroína pelo Zodíaco
1ª Etapa – O Chamado

Chamado a mudar, na sua primeira fase inconsciente, como um desconforto que aguça os instintos e nos chama à acção.

2ª Etapa – Preparar a Mochila

Perceber o que é que é essencial à viagem. Necessidade de ter clareza em relação ao que realmente se valoriza.

3ª Etapa – Ultrapassar a Fronteira

Sair de casa, ir para lá da fronteira do conhecido. Saber usar o instinto e saber em quem confiar, manter o foco quando o exterior nos absorve com distracções.

4ª Etapa – Ancorar Pertença

Chegada à gruta da anciã, encontrar o elixir que cura a fragmentação do Eu em relação ao chão que o gerou.

5ª Etapa – Acordar a Voz

Aprender a conhecer os limites e os potenciai através da exploração criativa da expressão pessoal.

6ª Etapa – Chamado ao Serviço

Aprender a entender a definição de propósito em contacto com as realidades do mundo. Activar a Mãe interna, cuidar de quem cuida.

7ª Etapa – Revelação

Chegada ao destino, a revelação do Eu no encontro com o outro.

8ª Etapa – Troca de Pele

Descida ao fundo do poço, encontro com a nudez.

9ª Etapa – A Graça

Elevação da Consciência, epifania.

10ª Etapa – O Regresso a Casa

Chegada a casa, ocupar o seu lugar no ecossistema.

11ª Etapa – Passar Testemunho

Juntar as várias gerações ao redor da mesa, ajudar quem inicia agora a jornada.

12ª Etapa – Oceano das Mães Divinas

Fim do ciclo, tempo do sonho e de deixar as sementes do nosso ciclo repousarem até ao novo chamado.

Ao longo das nossas vidas damos a volta a este guião várias vezes, a cada vez apesar de as circunstâncias serem diferentes, as paisagens aparentam muitas semelhanças com os ciclos anteriores.

Conhecer as etapas, ajuda-nos não só a aguçar os sentidos e a assumirmos a nossa total presença no que nos é proposto, como permite que possamos ser agentes conscientes de construção de significado.

E construir significado é uma das principais tarefas da Alma.

No Curso a Jornada da Heroína aprofundaremos este guião etapa a etapa à luz da nossa biografia pessoal. Construindo bases para o aprofundamento da nossa mitologia pessoal.

O Curso está com uma oferta especial até fevereiro, se quiseres espreita na loja.

Se te identificas com que acabaste de ler, talvez queiras assinar a minha newsletter mensal. A cada Lua Cheia eu envio um e-mail com novidades e inspiração.
Subscreve o correio da Lua Cheia

Espalha a beleza, partilha.

About The Author

Comentar