Ser/Estar segura, de onde vem a segurança, o que significa para ti estar segura?

Esta semana acompanhei, ser querer acompanhar os fogos na Califórnia. Lembro-me de naquela noite (de 15 de Outubro), estar deitada com o meu filho a rezar/implorar por chuva e a pedir para que ninguém nunca mais tivesse de passar por uma noite assim…

E sim, a todos os minutos há catástrofes a acontecerem no mundo, mas parece ser realmente difícil entender o que é passar por algo assim sem o experiênciar primeiro.

Naquela noite não havia segurança, só fé, só esperança que as coisas corressem pelo melhor, que a chuva viesse, que o vento mudasse de direcção, que os amigos escapassem com vida.

Naquela noite rezei pelos meus amigos, pela minha casa e pedi ao arcanjo São Miguel que os protegesse. Passados dois meses a artista dentro de mim ainda não consegue processar em forma de arte o que se passou nem tão pouco a paisagem à minha volta.

20171212_153228
Arcanjo São Miguel (em trabalho)

Tudo mudou. Oiço ruídos que nunca ouvi, existem ecos criados pelos espaços livres entre as árvores que nunca experiênciei, existem socalcos e ruínas que jamais vi, e possibilidades infinitas de exploração de uma paisagem que se faz cada vez mais nua.

Sei que quando cortarem todas as árvores mortas o sol beijará cada canto da terra ardida e outras plantas, outras espécies virão.

Então por uma lado a artista dentro de mim gostava de processar a dor através da arte, por outro a sábia dentro de mim diz que está na hora de deixar ir. De me despedir do que outrora foi e confiar no que há-de vir. Diferente? Sim, será certamente diferente, mas quem sabe melhor.

E não é exactamente isto que está a acontecer no mundo neste exacto momento?

Esta semana a artista recuperou a voz, não para cantar lamentos, mas para tecer gratidão. E aqui está a minha obra em progresso, uma obra de amor, de gratidão profunda aos anjos da minha vida, em especial ao arcanjo São Miguel que não tenho qualquer duvida salvou-me a casa e salva-me e que me tem salvado tantas e tantas vezes.

A segurança está dentro de nós! É tão simples quanto…

As consequências dos incêndios agravam-se com o passar do tempo e com o frio. As pessoas continuam a precisar de ajuda. Não se esqueçam desta região. Deixo aqui um site, de duas amigas voluntárias que têm feito muito pela comunidade local, quer seja através delas, ou através das câmaras etc…, inteirem-se por favor das necessidades e ajudem como puderem, nem que seja com um passeio à neve, para estimular o comércio local, ou um fim de semana diferente numa paisagem que renasce literalmente das cinzas! Ao contrário da Califórnia nós não obtivemos  cobertura mediática internacional.

Aqui ficam o link das minhas amigas, partilhem se puderem, o site está em Português e Inglês:

http://portugal-fire-fund-beira.taniko.eu

Se te identificas com que acabaste de ler, talvez queiras assinar a minha newsletter mensal. A cada Lua Cheia eu envio um e-mail com novidades e inspiração.
Subscreve o correio da Lua Cheia
Aqui

 

 

Mapa para o Centro – um guia para dançares com o teu Mapa Natal

Na tradição da Astrologia Esotérica, acredita-se que para além dos 12 signos conhecidos do Zodíaco, existe um 13º, que se situa no centro do mapa. Este signo chama-se Unicórnio e representa o arquétipo da iluminação, a morada do Eu Superior. Quando no meu trabalho me refiro a “Mapas para o Centro”, este Centro que falo é representado por este 13º signo que representa o nosso centro Divino, a parte em nós onde vive Aquela que Tudo Sabe, que vive para lá do tempo, para lá do espaço e que integra dentro de si toda a Humanidade, sendo ao mesmo tempo Una como o Todo, mas consciente de Si própria.

23434757_1693949077305657_4447408380299113694_n

O teu mapa Natal mostra-te o teu caminho pessoal e individual para o teu centro, o lugar fora do tempo onde vive a Senhora da Teia da Vida, a que transcendeu o tempo, a vida e a morte.

O meu trabalho consiste em ajudar-te a encontrares em ti a força, a clareza e a determinação para escreveres a tua própria mitologia, e para teceres a tua vida com os teus próprios fios, integrando e co-criando com as forças e as vozes dos arquétipos que vivem dentro de ti, através do teu mapa e de um trabalho de orientação criativa com ferramentas várias através das quais vais poder fazer a viagem da heroína rumo ao centro e a partir de lá a viagem de regresso rumo à vida quotidiana, com ferramentas, estrutura, visão e poder para seres a tecelã da tua própria vida.

E para que possas olhar para o teu mapa, dançar com ele, integra-lo como um elemento vivo e dinâmico, eu criei uma pequena legenda, onde encontrarás uma explicação básica para cada elemento do mapa, de forma a poderes relacionar-te com ele.

Podes fazer o download neste link:

legenda_mapas_para_centro

Mais informações sobre as consultas de Astrologia, ou sobre a Orientação Criativa, aqui

O mais bonito neste caminho é que quando eu chego ao meu centro estou a inspirar e a apoiar todas vocês e vice-versa, porque nós mulheres somos tribais por natureza, o nosso instinto básico é de partilhar e integrar. Então quando uma de nós avança, avançamos todas!

Espero que gostes do manual/legenda, e se puderes partilha a tua experiência comigo para que eu possa crescer.

Podes saber mais sobre as consultas de Astrologia aqui: https://anaalpande.com/astrologia/

Até breve

Com carinho

Ana

Se te identificas com que acabaste de ler, talvez queiras assinar a minha newsletter mensal. A cada Lua Cheia eu envio um e-mail com novidades e inspiração.
Subscreve o correio da Lua Cheia
Aqui